Pernambuco no mapa do Petróleo

Com o objetivo de gerar um diagnóstico da Bacia de Pernambuco, a Spectrum fará um estudo aprofundado da região, iniciando com um levantamento de dados lineares 2D, utilizando um navio. A operação será a largada para captação de investimentos com potencial de geração de empregos e receitas para o Estado e municípios, através de investimentos diretos, impostos e, em caso de sucesso exploratório, os royalties da produção. Uma coletiva de imprensa será realizada na próxima quarta-feira (28), no Impact Hub, que fica no Paço Alfândega, às 9h, para detalhamento da pesquisa com o gerente geral da Spectrum no Brasil, João Correa.

Os dados resultantes do projeto Spectrum, irão colocar o Estado de Pernambuco no mapa de petróleo do Brasil, de acordo com o que for encontrado. “Dentro da cadeia de processos na indústria de petróleo e gás, a aquisição de dados geofísicos é a primeira e indispensável etapa, e esse será o procedimento feito em Pernambuco. Todo investimento nesta indústria começa com a aquisição de dados sísmicos, que é o primeiro método indireto de investigação geológica, para só depois saber o se há hidrocarboneto, petróleo e gás que possam ser ofertados para as empresas”, explicou Correa.

O projeto - Um navio sísmico, equipado com tecnologias de ponta na indústria, e irá realizar levantamento em linhas previamente autorizadas pela Agência Nacional do Petróleo (ANP) e licenciadas pelo Instituto Brasileiro de Meio Ambiente (Ibama). Cerca de 5.000 km de dados lineares 2D estarão disponíveis para as empresas operadoras interessadas em investir no Brasil. No Recife, aportou nos dias 24 e 25 de março.

Lead Assessoria