Contrato de restauro da igreja e seminário Nossa Senhora das Graças é assinado

Na tarde desta terça-feira (26), o arcebispo da Arquidiocese de Olinda Recife, Dom Fernando Saburido assinou o contrato de restauro da igreja e seminário Nossa Senhora das Graças. O início da obra só foi possível após as doações do home center Ferreira Costa, o Real Hospital Português e a Eletrobrás de R$1,5 milhão, oriundos da Lei Rouanet. O valor é referente a 20% do mínimo necessário para início das obras. O período da reforma é estimado em um prazo de 12 meses. 
 
“Dom Fernando me apresentou o projeto, mostrou a situação em que se encontrava o local e nós entendemos o quanto era necessário colaborar com a obra. A igreja e o seminário Nossa Senhora das Graças é nosso patrimônio cultural. Nós da Ferreira Costa estamos lisonjeados em poder investir, através da Lei Rouanet, na restauração desse monumento tão rico e importante e, consequentemente, no nosso turismo. Estamos muito satisfeitos”, ressaltou o superintendente da Ferreira Costa, Guilherme Costa. 
 
O valor arrecadado contempla o restauro da parte emergencial do piso e forro (térreo e primeiro andar) da igreja Nossa Senhora da Graça e de parte da bedelagem do Seminário de Olinda, que encontra-se interditado desde 2015, devido à necessidade de obras de restauro. A igreja é uma das dez igrejas mais antigas do Brasil e foi construída em 1551, por Duarte Coelho, no período das Capitanias Hereditárias. As atividades do Seminário foram transferidas para o Centro Pastoral Arquidiocesano. 
 
O Arcebispo agradeceu aos patrocinadores da obra de restauro e lembrou que a igreja e o seminário foram palco de importantes momentos da história de Pernambuco e do Brasil, pois desde o período do Brasil Colônia, o espaço era dedicado à devoção e formação religiosa. “A bandeira de Pernambuco foi desenhada aqui, neste Seminário”, destacou Saburido. 
 

Lead Assessoria